O Dicionário Pathwork
Recomende:

O Dicionário, como esclareço no histórico, surgiu durante o processo formativo do Helpership, como ferramenta para o estudo das Palestras. Atualmente reúne mais de 1.100 verbetes elaborados a partir de termos utilizados pelo Programa Pathwork de Transformação Pessoal. A maioria deles é acompanhada por links que permitem ampliar e enriquecer seu significado.

Ao construir os verbetes busquei um foco relaxado, isto é, busquei entregar-me ao movimento involuntário a partir de um sistema voluntário, ao invés de impor a minha vontade ao material escrito das palestras, disponibilizei-me receptivamente à emergência dos verbetes entre leituras e releituras atentas do material.

O Dicionário apresenta uma estrutura aberta, permitida pela sua concepção e sua viabilização em meio eletrônico. O uso da tecnologia eletrônica favoreceu, sem dúvida, a total facilidade do usuário buscar a informação no acesso aos próprios verbetes e às fontes a partir das quais foram construídos. Fruto de um trabalho de garimpagem, o Dicionário convida à aprendizagem e recupera termos com várias camadas de significação. É um instrumento pedagógico que aponta para o gesto de educar como experiência que se prolonga e se desdobra além de si mesma, porque seu uso nos grupos de estudo ou de formação pode dar sua colaboração no sentido de criar uma atmosfera propícia à escuta dos nossos processos internos. Nesse sentido, os usuários têm ampla liberdade de usar e aprofundar a informação como desejarem, agilizando o tempo da sua pesquisa. Estão também de posse da sua autorresponsabilidade no duplo movimento de aprofundar-se e usar a informação a que tem acesso.

O Dicionário foi criado a partir da abundância do ser e do limite de estar encarnado. Funciona como um mapa que orienta a navegação entre o já sabido e o ignorado e convoca à uma reeducação, no sentido do amadurecimento emocional e espiritual. É destinado a todos os pathworkers, sejam facilitadores e helpers, ou ainda estudantes de grupos de estudo. Com sua divulgação torna-se um patrimônio da nossa comunidade em sua experiência coletiva, pois como afirma o Guia: ”a palavra é o que está por trás de toda a criação”.

Sentença do Guia “O amor a Deus, o anseio de Deus, é a força propulsora em todo ser humano. Mesmo os que ainda não encontraram Deus, ou que acham que não acreditam em Deus, abrigam na alma estas tendências poderosas.” P. 002