Empobrecimento
Recomende:

Veja: Déficit, Medo do eu

É o estado que resulta da falsa doação.

O homem oscila entre o desejo de apenas receber sem nada querer oferecer ou se adapta a uma atitude que compreende o amor como sacrifício. Quanto mais o empobrecimento se instala junto com a falta de autoafirmação, tanto menos estarão presentes a generosidade real e o fluxo espontâneo.

Quando nós nos fechamos e nos guardamos, não estamos nos protegendo de qualquer perigo, e sim nos fechando a todas as saudáveis forças universais, aquelas que poderiam e deveriam fluir de nós mesmos e que poderiam e deveriam fluir para nós. Essa proteção empobrece e priva.

O empobrecimento do homem é causado por ele mesmo, recusando o que lhe é dado e o que deseja fluir a partir dele. O novo fluxo de saída quer acabar de uma vez por todas com aquele lugar apertado, restrito, ressentido, destrutivo, raivoso e rígido de onde não queremos arredar pé. Quem conseguir encontrar esse lugar em si mesmo e observar a si mesmo terá a melhor das oportunidades.

A vontade de nos curarmos e nos libertarmos pode nos levar a buscar a força interior e os recursos para tomar e colocar em prática a decisão de adotar uma nova postura. Todo o medo do eu, no fim, desaparecerá.

Palestra: 155

155: MEDO DO EU; DAR E RECEBER

ABC

Sentença do Guia “Quando vocês verdadeiramente puderem ver a relação causa e efeito na sua vida, vocês não só estarão motivados a desistir das atitudes e intenções negativas e a criar a intencionalidade positiva, vocês também ganharão maior percepção e maturidade emocional e espiritual. Maturidade é, num amplo sentido a habilidade de reunir causa e efeito.” P. 196