Negação da vida
Recomende:

Veja: Eu Idealizado, Eu Superficial, Ilusão, Insistência

É a atitude de se agarrar a uma vida ilusória, sem ter suficiente consciência da dor e do desperdício que ela representa.

Insistimos em negar a vida em certas áreas da nossa experiência terrena. Para evitar enxergar a negação do eu, dos sentimentos e da vida, dessa unidade inteira, o homem produz um falso eu e, portanto, uma falsa vida. Ele não permite que sua voz profunda transmita a percepção dessa dor. Não ousa arriscar, porque supõe que a realidade final da vida é negativa.

É tão difícil encarar esse quadro que ele o encobre com ilusões, das quais não pode abrir mão. Essas ilusões só serão eliminadas quando se encarar a discrepância entre o que a pessoa acredita conscientemente ou o que pensa que acredita e professa exteriormente, e aquilo em que ela acredita no fundo de sua psique, onde as emoções, as atitudes e os conceitos formam uma determinada expectativa de vida e geram um determinado clima emocional.

Palestra: 147

147: A NATUREZA DA VIDA E A NATUREZA DO HOMEM

ABC

Sentença do Guia “A vida envia um chamado; ela faz uma exigência a cada indivíduo. A maioria das pessoas sentem esse chamado. Apenas à medida que se torna consciente das suas próprias ilusões é que você pode simultaneamente tornar-se mais consciente da verdade que está dentro de você mesmo e, portanto, da vida.” P. 145