Autoalienação
Recomende:

Veja: Distorção, Mal, Rigidez

É a falta de consciência de nós mesmos e gera inverdade, frustração, sofrimento.

A descoberta da autoalienação é a descoberta da não realidade (conclusões erradas, pseudossoluções, escapes) e a abertura para a aproximação de si mesmo em níveis cada vez mais profundos.

O estado de autoalienação (o de não ser o Eu Real) é tão generalizado que seus sintomas não se destacam, não são percebidos, ou são tomados como “normais”. Produz todos os conflitos não resolvidos, a sensação de impotência que indica a presença de um problema subjacente não enfrentado. Ela leva a entidade a viver na periferia de si mesmo, anulando seu próprio poder.

Muitas vezes a autoalienação se manifesta ao se projetar a autoridade, a dependência e a força em fragmentos isolados da personalidade e não na personalidade como um todo, o que confere rigidez ao ego e promove a negligência de outras faculdades, deixando que uma parte integrante da personalidade total fique de fora. Nesse caso é óbvia a não utilização de todos os nossos potenciais.

Palestras: 095, 098, 110q, 136, 179

095: AUTO-ALIENAÇÃO; O CAMINHO DE VOLTA AO EU REAL
098: SONHANDO ACORDADO
110: ESPERANÇA E FÉ E OUTROS CONCEITOS CHAVE DISCUTIDOS EM RESPOSTAS A PERGUNTAS
136: O MEDO ILUSÓRIO DO EU
179: REAÇÕES EM CADEIA NA DINÂMICA DA SUBSTÂNCIA CRIATIVA DA VIDA

ABC

Sentença do Guia “Desejem a verdade, e abram-se para ela! Peçam a Deus por reconhecimento! E daí perceberão que o prazer de se render aos erros é insignificante em comparação com o prazer de superá-los.” P. 007