Autodramatização
Recomende:

Veja: Autopercepção, Intensidade, Movimento da alma

É o resultado e origem de uma intensidade artificial, semiconscientemente cultivada e deliberadamente acalentada, que nos separa do fluxo da vida.

O motivo pelo qual se cultiva tal atitude destrutiva está, em parte, no equívoco dualista, e, em parte, na presunção infantil de estar acima dos demais, de chamar a atenção para si, fazendo tudo parecer muito importante. Isso pode acontecer dentro das pessoas e nunca ser mostrado aos outros.

Todas as doenças mentais e todos os desequilíbrios emocionais são, em seu sentido mais profundo, resultado da intensificação deliberada dos movimentos da alma. Trata-se de um processo muito sutil, que só é observável quando voltamos nossa atenção para ele.

O ser humano está tão acostumado ao estado de tensão interna, que, somente através da percepção aguda e focada, poderá comprovar a presença dessa intensidade, que daí por diante passará a ser sentida como estranha e não natural. Esse é o primeiro passo para abandonar tal postura.

Palestra: 151

151: INTENSIDADE: UM OBSTÁCULO PARA A AUTOREALIZAÇÃO

ABC

Sentença do Guia “A prece é o prelúdio da meditação. A prece envolve apenas pensamentos. A meditação é a prece que envolve os sentimentos e as forças da alma, ao contrário das forças do pensamento. Para atingir esse segundo passo, mais avançado, o homem precisa de uma certa disciplina e concentração, que aprende através da prece.” P. 009