Perfeccionismo
Recomende:

Veja: Distorção, Imperfeição, Valores aparentes

É a perfeição buscada num estado de inverdade. Significa a não aceitação da imperfeição humana. Resulta da expectativa inconsciente de perfeição completa e não de crescimento passo a passo.

Acarreta a negação da imperfeição ou a exigência de uma perfeição guiada por padrões impostos por uma autoridade externa. Leva à manipulação das emoções (superdramatização, expressão exagerada de sentimentos ou frustração da sua intensidade).

O perfeccionismo está ligado à pretensão e à rigidez. Em suma, a uma vida não autêntica, pois a pessoa perfeccionista é ávida pela admiração e aprovação dos outros.

Essa falsa perfeição é extremamente destrutiva. Apenas quando tivermos a coragem e a humildade de ser o que somos, de nos aceitarmos calmamente tal como somos, é que teremos a flexibilidade de aceitar o Eu Inferior tal como este é de fato; de aceitar as culpas reais e, então, repará-las. Quanto maior a aceitação da imperfeição em nossa experiência emocional, mais alegria daremos e receberemos.

O homem não precisa ser perfeito para sintonizar-se com a força vital. Isso pode acontecer neste exato momento, desde que ele consiga se livrar da confusão de seus atuais sentimentos, pensamentos e estados de espírito. Nem é preciso que ele esclareça os conceitos confusos. Basta que perceba que está confuso e procure alcançar, com o pensamento e o desejo, essa inteligência maior, para que ela o ajude a ir mais longe. Isso pode ser feito agora mesmo e sempre que ele adotar essa atitude.

Vários aspectos do perfeccionismo são tratados nas palestras: sua relação com a força de vida (126); com o medo (097q); como obstrução da felicidade (097).

126: CONTATO COM A FORÇA VITAL
097: O PERFECCIONISMO IMPEDE A FELICIDADE; MANIPULAÇÃO DE EMOÇÕES

Eva Pierrakos. Caminho para o Eu Real. São Paulo: Publicação Interna Pathwork São Paulo, 2012, Capítulo 9.

Palestras: 097, 109, 126, 170, 234

097: O PERFECCIONISMO IMPEDE A FELICIDADE; MANIPULAÇÃO DE EMOÇÕES
109: A SAÚDE ESPIRITUAL E EMOCIONAL ATRAVÉS DA RESTITUIÇÃO DA CULPA REAL
126: CONTATO COM A FORÇA VITAL
170: O MEDO VERSUS O ANSEIO PELA BEM AVENTURANÇA
234: PERFEIÇÃO, IMORTALIDADE E ONIPOTÊNCIA

ABC

Sentença do Guia “A fé é compreensão superior, a fé é saber e este saber é graça. É preciso fazer juz à graça. Isto acontece quando a boa vontade da pessoa se torna manifesta e conquista as correntes transversais inconscientes que tentam negar a verdade.” P. 012