Preguiça (ou indolência)
Recomende:

Veja: Compulsão, Egoísmo, Inércia, Medo da autorresponsabilidade, Pecados Cardeais, Pseudossolução

É uma manifestação de apatia, estagnação, paralisia, que resulta de uma energia represada na substância da alma. Esta, por sua vez, é o resultado de sentimentos que não foram plenamente vividos, expressos e que não são totalmente entendidos quanto ao seu sentido, importância e verdadeira origem nessa vida.

Sentimentos não vividos, não entendidos e não expressos acumulam-se, criando uma barreira ao fluxo de energia vital. Substituir o sentimento pelo conhecimento de que temos alguns sentimentos trazidos do passado que se somam às circunstâncias do presente não ajuda.

Os sentimentos são correntes de energia em movimento. No estado de preguiça o movimento só é possível quando forçado pela vontade exterior, e isso é bastante doloroso. A estagnação da energia prende sentimentos e conceitos. Fatos isolados são generalizados e sustentados.

A preguiça é, simultaneamente, um efeito e uma defesa. Isso fica evidente quando ela se manifesta, por exemplo, por meio de fantasias e devaneios, uma pseudossolução para o não enfrentamento da realidade. Esta atitude de não encarar a vida e não pensar contém o oportunismo covarde de estar de acordo com um ambiente que a pessoa acredita ser muito necessário para ela, e que ela não se dá ao luxo de antagonizar. Aí reside uma grande tentação que fortalece a fuga da autorresponsabilidade. Aí também habita o medo.

A passividade do eu temeroso cria a agitação frenética como antídoto da estagnação. Para lutar contra a estagnação a pessoa sobrepõe a ela uma ação compulsiva e fica mais separada da verdade da estagnação, da razão da estagnação, que é o medo de sentir os sentimentos, dentre eles o medo.

A preguiça sempre indica egoísmo, porque quem tem medo demais não se arrisca em se manifestar e buscar os outros.

Palestras: 098, 102, 150, 190

098: SONHANDO ACORDADO
102: OS SETE PECADOS CARDEAIS
150: GOSTAR DE SI MESMO, CONDIÇÃO PARA O ESTADO UNIVERSAL DE BEM AVENTURANÇA.
190: A IMPORTÂNCIA DE VIVENCIAR TODOS OS SENTIMENTOS - INCLUSIVE O MEDO - O ESTADO DINÂMICO DA PREGUIÇA

ABC

Sentença do Guia “A jornada para a crença positiva, a fé nas possibilidades de desdobramentos positivos exige um período de crescimento, um período de amadurecimento. Essa necessidade existe simplesmente porque seus processos mentais estão tão acostumados a acreditar no negativo que precisam ser reajustados.” P.236